Cirurgia Ortognática – Espaço Buco & ATM
Contato 11 4121-7792 | 97091-7988 R. José Versolato 111, sala 1122- SBC - SP
Horários: Seg - Sex: 8:00am - 6:00pm
Close
Contato 11 4121-7792 | 97091-7988 contato@bucomfacial.com.br

Refere-se à correção das anomalias da maxila da mandíbula, ou ambos. A anormalidade pode ser um defeito de nascimento, um defeito de crescimento ou o resultado de lesões traumáticas na área da mandíbula.
A Cirurgia ortognática é realizada por um cirurgião buco maxilo facial para corrigir a má oclusão (mordida ruim) em casos onde o tratamento ortodôntico não será suficiente para correção.

Existem várias classificações de má oclusão (a união inadequada de dentes) que pode exigir cirurgia ortognática:

Oclusão Classe I – Essa má oclusão significa que os incisivos anteriores inferiores ficam diretamente atrás dos incisivos anteriores superiores quando o paciente morde. Isto é considerado menos severo que as maloclusões Classe II e Classe III.

Classe II Malocclusão – Mandíbula encontra-se retraída em relação a maxila. Aparência de mandíbula ou queixo pequeno.

Classe III Malocclusão – Mandíbula encontra-se protruída em relação a maxila. Aparência de mandíbula ou queixo grande.

Assimetrias – Alterações severas de uma lado da face, evidenciando face “torta”.

A má oclusão dos dentes pode criar forças muito destrutivas entre os músculos que controlam o fechamento e abertura da mandíbula. Estes músculos geram uma tremenda força quando apertam, triturando ou mastigando. O desalinhamento pode danificar seriamente a função e aparência estética dos dentes de muitas maneiras, se não tratada, tais como:

– Disfunção de ATM – podendo ir desde dores musculares (dores de cabeça, pescoço ou face) até alteração internas irreversíveis na ATM.

– Ronco – posicionamento inadequado dos óssos da face predispõe paciente para alterações respiratórias tais com a Sindrome da Apnéia Obstrutiva do Sono.

– Danificação dos dentes – paciente sem mordida equilibrada ocorre sobrecarga do dentes e região periodontal (gengiva). Isso pode levar a perda dos dentes.

Quando é identificado um paciente como candidato para cirurgia ortognática, uma análise fotográfica completa é inicialmente realizada. Além das fotografias, solicitamos tomografia da face para avaliação tridimensional (3d) . Realizamos um planejamento do tratamento cirúrgico que será discutido e mostrado para você. Atuamos em conjunto com seu ortodontista traçando um plano de tratamento com que alcancemos os objetivos estabelecidos. Aparelhos ortodônticos são necessários para alinhar os arcos e endireitar os dentes antes da cirurgia, adicionalmente, retentores podem ser usados após a cirurgia.

Durante procedimento cirúrgico a maxilar e a mandíbula são movidas e são mantidas em posição através de mini placas de Titâneo e enxertos ósseos. A Cirurgia ortognática requer anestesia geral e internação hospitalar de um a dois dias. Existem alguns cuidados com relação e dieta, higiene e repouso que discutimos com detalhes durante as consultas.